Search
  • Valter Chissingui and Marina Rafael, Instituto Superior de Ciências de Educação

YouthMappers at Huíla: Gambos Mapping Activity Report/Relatório da Atividade de Mapeamento Dos Gambo

Date: March 6, 2021

Hour: 9AM-1PM

Location: Online, Instituto Superior de Ciências de Educação (ISCED)-Huíla, Angola, Africa

Organizers: YouthMappers at Huíla


On March 6, 2021, in the ISCED-Huíla computer lab, broadcast live via StreamYard on the YouthMappers at Huíla Facebook page. This was the first open data mapping event for the new YouthMappers chapter YouthMappers at the Instituto Superior de Ciencias de Educação da Huíla in Lubango, Angola. This event included the participation of several university students, including volunteers, who participated in a training on using OpenStreetMap under the guidance of Professor Doctor António Valter Chisingui and the technical training team. In a period of approximately four hours and after eleven o'clock, work was simultaneously accompanied by a snack. The training was attended by seventeen young volunteers, six men and eleven women respectively.


How did your event celebrate open data?

Our event was celebrated by selecting to map a region in the Southwest of Angola, whose economic and social needs deserve a lot of attention on the part of government institutions. The selection criteria for mapping in the Gambos region was based on the successive drought cycles that have plagued the community for some years, the difficulty in accessing drinking water, and the main public services in the municipality.


What were the lessons learned during your event?

The region was divided into several areas and all water lines, paths, public establishments, residences, public condominiums and, roads were mapped.

The training was carried out by Professor Doctor António Chisingui with the technical support of Marina Rafael, Hervé Vela, Irma Francisco and José Luís, members of YouthMappers at Huíla. The first hour included an orientation and coordination of the activity where we assigned mapping areas. The mapathon inspired an environment of much interaction and continuous learning.


Why do you like Open Data Day?

We like Open Data Day because it is a collective opportunity to map the different entities in our region, and allows us to contribute to decision-making for the improvement of social issues in our community. We would like to extend our deep thanks to Professor Salomão Pena, for his availability and the support provided for the success of the activity.

YOUTHMAPPERS AT HUÍLA

RELATÓRIO DA ATIVIDADE DE MAPEAMENTO DOS GAMBOS


Data: 6 de Março de 2021

Hora: 9AM - 1PM

Local: Online, ISCED-Huíla, Angola, África

Organizadores: YouthMappers at Huíla


Aos seis de março de dois mil e vinte e um, na sala de informática número dois do ISCED-Huíla e na plataforma online StreamYard no Facebook YouthMappers at Huíla, decorreu o primeiro mapeamento em dados abertos do chapter YouthMappers at Huíla, que contou com a participação de vários jovens universitários, entre eles, voluntários que participaram da formação em dados abertos com a plataforma do openstreetmap, sob orientação do Professor Doutor António Valter Chisingui, presidente do chapter, e da equipa técnica de formação, num período de aproximadamente quatro horas (das nove as treze horas), sendo que, depois das onze horas, o trabalho foi simultaneamente acompanhado pelo lanche.

A formação contou com a participação de dezassete jovens voluntários, sendo seis homens e onze mulheres respetivamente.


Como é que o seu evento foi celebrado?

O nosso evento foi celebrado com a seleção de uma região do Sudoeste de Angola, cujas necessidades económicas e sociais, merecem muita atenção por parte das instituições governamentais. O critério de seleção para o mapeamento na região dos Gambos teve como base, os ciclos sucessivos de seca que assolam a comunidade há alguns anos e a dificuldade no acesso a água potável, bem como aos principais serviços públicos do município.


Lições aprendidas no seu evento

Dividiu-se a região em várias áreas e foram mapeadas todas as linhas de água, caminhos, estabelecimentos públicos, residências, condomínios públicos e picadas da mesma.


A formação foi realizada pelo Professor Doutor António Chisingui e contou com o apoio técnico da Marina Rafael, Hervé Vela, Irma Francisco e José Luís, membros do YouthMappers at Huíla, sendo a primeira hora utilizada para a orientação e coordenação da atividade, propriamente, a distribuição das áreas de mapeamento.

Entretanto, a atividade terminou as treze horas, num ambiente de muita interação e aprendizado contínuo. Finalmente, endereçamos os nossos profundos agradecimentos ao professor Salomão Pena, pela disponibilidade e pelo suporte prestado para o êxito da atividade.



Por que é que gostam do Dia dos Dados Abertos?

Gostamos do Dia dos Dados Abertos porque é uma oportunidade coletiva de mapear as distintas entidades da nossa região e puder contribuir na tomada de decisões para a melhoria das questões sociais da nossa comunidade.

About the Authors:

Valter Chissingui- PhD. in environmental sciences. Director for a scientific area at ISCED-Huíla. Teacher. Investigator.

Marina Rafael- MsC. in GIS Applied to Planning. Teacher.